Dieta da goji berry emagrece até 2 kg por semana


Goji berry ajuda a queimar calorias / Foto: Shutterstock
goji berry ainda é uma novidade em terras tupiniquins, mas há milhares de anos a fruta é cultivada e adorada pelos orientais. Os chineses, por exemplo, gostam tanto dela que  organizam festivais anuais e até ergueram uma estátua em homenagem ao cultivo das árvores dagoji berry.
O produto, originário da região sul da Ásia – China, Tibete e Índia –, começa a ganhar adeptos por aqui de olho nos componentes naturais que ajudam a queimar a gordura acumulada nas regiões da barriga, da coxa, do bumbum e dos culotes, evitam o envelhecimento precoce da pele e ainda aumentam a imunidade.
Com uma lista de propriedades enorme, ela se destaca pela alta concentração de vitaminas: cada 100 gramas, ou 1 xícara (chá), de goji seca contém 2.500 miligramas de vitamina C, uma quantidade 50 vezes maior que uma laranja.
Para comprovar o que os chineses já sabiam, uma pesquisa desenvolvida pela Universidade do Arizona, nos EUA, investigou a composição da goji berry. Visto que um organismo com níveis de  vitamina C entre 5 e 15 miligramas passa a queimar mais gordura naturalmente, ficou fácil entender por que o consumo da fruta ajuda na eliminação de peso.
Outro trabalho sobre a goji berry foi publicado no respeitado American Journal of Clinical Nutrition. Nele, estudiosos comprovam a alta concentração de outras vitaminas, como B1, B2 e B6, cerca de 20 aminoácidos, potássio, selênio e cálcio. Essa mistura ajudou as pessoas que participaram da pesquisa a perderem 4 kg em apenas 14 dias.

Ataque à celulite

“A goji não é uma fruta considerada calórica. Uma colher (sopa) possui apenas 50 calorias. Ela ainda é rica em vitaminas e minerais, aumenta a renovação celular e também acelera o metabolismo e favorece a perda de peso”, explica o nutricionista clínico e funcional Fábio Bicalho.
Como se não bastasse, o alimento garante mais aminoácidos ao organismo, fundamentais para a produção das proteínas que serão usadas para enrijecer os músculos e reduzir a flacidez. Bicalho ainda revela mais um benefício que vai fazer as brasileiras caírem de amores pela fruta chinesa. A ingestão regular de goji berry combate a formação de celulite. “Ela é considerada um anti-inflamatório natural. Como a celulite é uma inflamação, a substituição de alimentos inflamatórios, como os que contêm gordura saturada e muita farinha branca pela goji, é ótimo.”
Plante em casa!
Plante a sua e coma fresquinha! / Foto: Shutterstock
Não há grandes segredos no cultivo da árvore que cresce do outro lado do mundo. Aqui no Brasil, é possível comprar sementes, mudas e até árvores mais crescidas para serem plantadas no jardim de casa ou mesmo em vasos pequenos, para quem tem o espaço reduzido. Em menos de dois anos você poderá começar a colher alguns frutos. Na China, cada pé produz, em média, 2 kg por ano, mas aqui no Brasil, sem as técnicas aprimoradas, a produção chega a metade disso. O investimento é baixo: uma muda não custa mais que R$30. Dê preferência para locais com sombra, mas se cultivar no interior de casa, garanta a luminosidade natural para as folhas crescerem. Consuma de uma a duas colheres (sopa) por dia da fruta

Fresca ou seca?

A goji berry pode ser consumida fresca, seca e misturada a frutas, saladas, cereais, sucos e  iogurtes. A recomendação é de 2 colheres (sopa) por dia. A versão seca sai por  aproximadamente R$ 30 o pacote com 100 gramas. “Quando for escolher, prefira as frutas orgânicas e as que tiverem uma cor vermelha rica.
Deixe de lado as duras, secas e escuras. A dosagem recomendada é de 15 a 45 gramas diários, o equivalente a uma ou duas colheres (sopa)”, orienta Patricia Davidson Haiat, nutricionista funcional e professora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).
Mas além de ser encontrada in natura e seca em lojas de produtos naturais e empórios, a fruta é comercializada em pó por farmácias de manipulação em forma de cápsulas. A dose  recomendada é de 1.500 mg, ou 3 cápsulas diárias. A caixa com 60 comprimidos pode variar de R$ 21 a R$ 120.
Seja qual for a opção, saiba que a alta concentração de vitamina C é o grande trunfo de  incorporar o alimento à alimentação. E, independente de como for usá-la, nenhum  componente é perdido.
Confira as receitas que preparamos com os nutricionistas Patricia Haiat e Fábio Bicalho para incorporar a goji no cardápio e colher todos os benefícios.

O que mais você ganha com a goji berry

A nutricionista funcional Patricia Davidson Haiat, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), aprova o consumo da goji berry diariamente. De acordo com ela, além de ajudar a emagrecer, o alimento deixa cabelos, unhas e pele mais fortes e bonitos, ajuda a equilibrar os níveis de colesterol e pode ser usada também no tratamento de impotência sexual. Confira!
Melhora o humor e regula o hormônio causador do estresse
A goji berry possui triptofano, também conhecido como a substância do bom humor, porque é precursor da serotonina, que afasta a depressão e controla o sono e o apetite.
Reduz o colesterol ruim (LDL) e protege rins e fígado
Por conter um ácido graxo chamado linoleico, a goji berry é indicada para diminuir o colesterol ruim do sangue e também o acúmulo de gordura no organismo.
Melhora a aparência da pele, deixando-a mais bonita e saudável
Tem mais betacaroteno do que a cenoura, o que aumenta a obtenção de vitamina A para combater a osteoporose, prevenir as doenças da visão e melhorar a aparência da pele como um todo.
Previne o desenvolvimento de câncer em todo o organismo
A goji berry afasta doenças degenerativas, como o câncer, por conter fi tonutrientes chamados betaína e germânio, além de combater os radicais livres, que são degenerativos.
Leia mais - Dieta da goji berry emagrece até 2 kg por semana

Saiba os segredos da Linhaça.

Linhaça: a semente aliada do coração, diabetes e da dieta

O grão, mesmo que pequeno, tem grandes quantidades de ômega 3 e fibras


Semente de linhaça faz bem para o coração e ajuda a emagrecer
A linhaça é a semente do linho (Linum usitatissimum) e é utilizada na culinária. Sua planta é conhecida desde 5 mil a.C., na região da Mesopotâmia. Ela é considerada um alimento funcional, trazendo benefícios para o coração, intestino e até mesmo prevenindo alguns tipos de câncer. Mas o benefício carro-chefe da linhaça é o emagrecimento, pois suas fibras atuam na liberação da glicose no sangue e reduzem, por tabela, o acúmulo de gordura no corpo. E ainda é uma alternativa de cereal sem glúten.

Principais nutrientes da linhaça

Semente de linhaça - Por 10 g (uma porção)
Calorias49,50 kcal
Carboidratos4,33 g
Proteínas1,41 g
Gorduras3,23 g
Gorduras saturadas2,53 g
Gorduras poli-insaturadas0,71 g
Gorduras minoinsaturadas0,42 g
Ômega 30,54
Ômega 61,98
Fibras3,35 g
Sódio9 mg
Cálcio21,1 mg
Magnésio34,7 mg
Manganês0,29 mg
Fósforo61,5 mg
Ferro0,47 mg
Potássio86,9 mg
Cobre0,11 mg
Zinco0,44 mg
Vitamina B1 (Tiamina)0,01 mg
Vitamina B6 (Piridoxina)0,01 mg
Fonte: Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos / Taco - versão 2, UNICAMP (convertida para a porção de 10 g)
Existem dois tipos de linhaça, a marrom e a dourada, mas elas não apresentam grandes diferenças nutricionais, a não ser um pouco mais de ácidos-graxos ômega 3 e 6 na primeira, mas são condições que podem variar de acordo com a região em que ela foi plantada, por exemplo.
A linhaça também é bastante rica em lignanas, substâncias muito semelhantes ao estrógeno e por isso chamadas de fitoestrógenos, que estão relacionadas a proteção contra o câncer de mama e à saúde dos ossos das mulheres. 
As fibras são outro nutriente em destaque na linhaça. A porção recomendada dessa semente é de 10 gramas por dia, aproximadamente de uma colher de sopa. Essa quantidade contém 3,35 gramas de fibras. Como precisamos consumir até 25 gramas ao dia, ela contém 13% da quantidade diária recomendada. Veja qual porcentagem do Valor Diário* de alguns nutrientes ela também carrega: 
  • 13% de fibras
  • 13% de magnésio
  • 12% de manganês
  • 9% de fósforo
  • 6% de zinco
  • 6% de gorduras totais
  • 3% de proteínas
  • 3% de ferro
  • 2% de gorduras saturadas
  • 2% de cálcio
  • 1% de carboidratos.
* Valores Diários de referência para adultos com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

Benefícios da linhaça

Ajuda a emagrecer Por ser rica em fibras, o consumo da linhaça com outros alimentos cria uma barreira no bolo alimentar, que torna a liberação da glicose na corrente sanguínea muito mais lenta. Dessa forma, não há picos glicêmicos e é preciso utilizar menos insulina, hormônio responsável pelo armazenamento de gordura. Quando temos muita insulina circulando pelo corpo, rapidamente sentimos a necessidade de consumir mais alimentos que trarão glicose ao nosso organismo rapidamente, no caso alimentos como pães, bolos, biscoitos e doces, que engordam. Como se não bastasse, a simples presença da insulina em altas quantidades no nosso corpo nos faz depositar a gordura no tecido adiposo, ou seja, aumenta a "massa gorda". 
Faz bem coração Existem algumas controvérsias sobre isso. É um fato que o ômega 3 é uma gordura poli-insaturada que atua reduzindo os níveis docolesterol LDL (ruim) e aumentando os de HDL (colesterol bom). Porém, as frações responsáveis por isso são o ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosahexaenóico (DHA), duas frações desse ácido graxo mais encontradas nos peixes, como o salmão. As fontes vegetais de ômega 3 são ricas em ácido alfalinoleico (ALA), que segundo algumas pesquisas, não tem esse efeito. Porém, existem evidências que o nosso corpo pode converter ALA em DHA e EPA, portanto ele pode trazer sim esse benefício. 
Mas o que tudo isso tem a ver com a saúde do coração? É simples! Quanto temos níveis a mais de LDL circulando pelo nosso organismo, é mais fácil que placas de gordura se depositem em nossas veias e artérias, uma condição chamada de aterosclerose. Isso atrapalha a passagem do sangue, resultando no aumento da pressão arterial e provocando infarto e até AVC
Controla o diabetes E também o previne! Isso ocorre devido ao mesmo mecanismo que reduz os picos de glicose, afinal, quanto mais insulina o corpo produz, mais os órgãos começam a se tornar resistentes a ela, ou seja, solicitam que mais desse hormônio seja utilizado para colocar a glicose dentro de suas células. Esse quadro se chama resistência à insulina, e conforme vai se agravando, resulta na diabetes tipo 2, quanto o hormônio produzido pelo corpo não é suficiente mais para absorver todo o açúcar no sangue. Além disso, alguns estudos mostram que o ácido alfalinoleico (ALA), um dos subtipos do ômega 3, parece capaz de reduzir as chances das pessoas terem diabetes, não se sabe bem o porquê. 
A linhaça do tipo marrom contém mais ômega 3 do que a dourada, ao contrário da crença popular
Controla inflamações Mais uma vez o ALA é nosso herói. Estudos mostram que esse nutriente é capaz de gerar reações anti-inflamatórias, combatendo inflamações que podem ser causadas por fatores como dislipidemias, obesidade, hiperglicemia, sedentarismo, tabagismo. 
Além disso, a linhaça ajuda a trazer um equilíbrio nas quantidades de ômega 3 e 6. Atualmente nossa alimentação tem tido muito mais fontes do último do que do primeiro, o que tem causado maiores inflamações no organismo. Alguns especialistas acreditam que aumentando o consumo de ômega 3, consegue-se um melhor equilíbrio nesse aspecto, mas não é uma certeza. 
Melhora o funcionamento do intestino As fibras, quando consumidas com quantidades adequadas de água, melhoram o trânsito intestinal, impedindo a constipação. Além disso, a digestão das fibras gera ácidos graxos de cadeia curta, que incentivam a proliferação de bifidobactérias, parte "do bem" da microbiota intestinal (flora intestinal). Isso, além de melhorar o funcionamento do órgão, também ajuda a aumentar nossa imunidade.
Protege nosso organismo Além de ajudar as bifidobactérias, os ácidos graxos de cadeia curta provenientes da digestão das fibras, que impedem com que bactérias ruins do intestino se transportem para a corrente sanguínea, infectando assim o corpo todo. 
Previne alguns tipos de câncer Alguns estudos evidenciam a ação antitumoral da linhaça. Para as mulheres, isso ocorre devido a presença das lignanas, substâncias muito semelhantes ao estrógeno e por isso chamadas de fitoestrógenos. Muitas evidências apontam a ligação desses hormônios com o câncer de mama, e como as lignanas acabam se ligando aos receptores do estrógeno, tem uma função protetora desta doença. Como cada colher de sopa de linhaça tem cerca de 15 mg de lignanas, ela é considera o alimento mais rico nesse nutriente. É possível que o nutriente também se relaciona à prevenção do câncer de próstata, mas isso ainda está sendo investigado. 
Protege a saúde dos ossos A semelhança da lignana com o estrógeno faz com que eles compensem a menor produção desse hormônio que ocorre na menopausa. Não se sabe ao certo se ele realmente é significativo na redução de sintomas do climatério e das alterações de humor, até porque isso varia com a forma como cada organismo metaboliza esse nutriente. Porém, ela pode ter um efeito positivo na saúde óssea (já que mulheres pós-menopausa tem maiores chances de apresentarem osteoporose) e na saúde cardiovascular da mulher.

Quantidade recomendada de linhaça

Descubra seu
peso ideal
Saiba se você está acima
ou abaixo do peso.
Ex: 75,5kg, 1,70m
O mais indicado pelos especialistas é consumir cerca de uma colher de sopa de linhaça, o que equivale a 10 gramas, pois é o suficiente para ter uma boa quantidade do ácido alfalinolênico que precisamos ao dia. Porém, dá para consumir um pouco mais, a menos que se ultrapasse a quantidade de 20 gramas ao dia. A partir daí, a alta quantidade de fibras pode trazer desconfortos. 

Como consumir a linhaça

A linhaça é encontrada em quatro formas para consumo:                      
Farinha de linhaça Pode ser adicionada a sucos, saladas, frutas e iogurtes, e por já estar triturada, o que garante uma melhor absorção de todos os seus nutrientes, além de conservar as fibras. 
Grão Mastigá-lo ajuda a quebrar a casca da linhaça, que como é feita de celulose, não é digerida no intestino e acaba se tornando uma barreira para os nutrientes. É possível triturá-la em casa, mas só é possível conservar esse alimento na geladeira por quatro dias, mais do que isso ela perde seus nutrientes essenciais. Também dá para comprar a linhaça moída industrialmente, que tem prazo de validade de um mês quando aberta a embalagem. Ou você pode batê-la diretamente com sucos, iogurtes e vitaminas.
O óleo de linhaça não pode ser aquecido, ou perde suas propriedades
Óleo de linhaça Quando é prensado a frio, ele se torna uma boa opção e pode ser utilizado em preparações prontas, como temperar saladas. Porém esse óleo não pode ser aquecido nem prensado no calor, pois as altas temperaturas anulam as propriedades da linhaça. Por isso, é preciso muito cuidado ao comprar. Além disso, essa versão perde as fibras. 
Suplementos O consumo do de óleo de linhaça pode ser manipulado em cápsulas. Normalmente, por conta da manipulação e de todo processo de encapsulamento, elas acabam sendo menos efetivas do que o alimento in natura, mesmo assim seu consumo dessa forma deve ser receitado por um médico nutrólogo. 

Compare a linhaça com outros alimentos

  • Quando o assunto é ômega 3, precisamos sempre lembrar que existem diferenças com relação às fontes: os peixes já vem naturalmente com as frações de EPA (ácido eicosapentaenoico) e DHA (ácido docosahexaenóico), enquanto a linhaça precisa que o nosso organismo converta o ALA (ácido alfalinoleico) nessas duas frações, o que pode não ocorrer de forma satisfatória em todos os organismos. Além disso, em 100 gramas de salmão encontramos 1,5 gramas de ômega 3, contra 0,35 gramas em 10 gramas de linhaça, a porção diária recomendada. Logo, não vale trocar o peixe apenas pela linhaça.
  • Quando falamos em fibras, a linhaça é considerada uma fonte bem rica nesse nutriente. Apenas 10 gramas dela correspondem a 13% do nosso consumo diário. Se a compararmos com as fibras do arroz integral, por exemplo, em uma porção de 86 gramas, correspondente ao consumo diário recomendado, encontramos 2,3 g dessa substância, em apenas 10g de linhaça temos 3,35g, ou seja, 1,5 vez a mais.
 Na tabela abaixo, compare as porções de 100 gramas de linhaça com outros grãos: aveia, farelo de trigo, quinoa, amaranto e chia.
Nutrientes (100 g do grão)AveiaFarelo de TrigoQuinoaAmarantoChiaLinhaça
Calorias394 kcal360 kcal380 kcal373 kcal485 kcal495 kcal
Carboidratos67 g76 g68,8 g64 g42,12 g43,3 g
Proteínas14 g10 g13,11 g13,5 g16,54 g14,1 g
Gorduras8 g2 g5,77 g6,89 g30,74 g32,3 g
Fibras9,1 g2 g6 g6,67 g34,4 g33,5 g
Cálcio48 mg18 mg129 mg160 mg631 mg211 mg
Potássio336 mg--740 mg509 mg407 mg869 mg
Fósforo153 mg--411 mg558 mg860 mg615 mg
Magnésio119 mg--211 mg249 mg335 mg347 mg
Ferro4,4 mg4,2 mg9,33 mg7,5 mg7,72 mg4,7 mg
Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos (TACO) - versão 2, UNICAMP
Fonte sobre dados nutricionais da chia: Departamento de Agricultura dos Estados Unidos

Combinando a linhaça

Linhaça + Soja Ambos os alimentos tem fitoestrógenos, mas eles têm ações diferentes: a primeira contém as lignanas, enquanto a segunda traz isoflavonas. Ambas atuam de forma positiva nos sintomas da menopausa, e no lugar de vê-las como concorrentes, a maioria dos especialistas incentiva a juntar o consumo de ambas ao dia a dia, para assim potencializar esse tipo de efeito. Além disso, a soja em excesso pode trazer problemas na tireoide, o que torna sua associação com a linhaça ainda mais positiva para a saúde, considerando que haverá a redução do consumo de soja se for consumida com a linhaça.

Contraindicações

Devido ao alto teor de fibras, a linhaça é contraindicada para crianças com menos de seis meses, que ainda não tem um aparelho digestório que consegue digerir de forma eficiente essas substâncias. Pessoas com intestino que funciona rapidamente podem ter desconfortos.

Riscos do consumo em excesso

Devido ao alto teor de fibras, consumir além de duas colheres de sopa de linhaça pode causar inconvenientes como competição por absorção, produção excessiva de gases, chegando até mesmo a obstrução intestinal. 
Além disso, mesmo que seja fonte de gorduras consideradas saudáveis, elas são calóricas e podem causar ganho excessivo de peso. 

Onde encontrar

 A linhaça é vendida na maior parte dos hipermercados e lojas de produtos naturais      

Receitas com linhaça

Veja outras formas de usar a linhaça, como ingrediente de massas, por exemplo!
Não é preciso apenas consumir a linhaça com as saladas. Veja como inclui-la em preparações mais sofisticadas, como massas, e aproveite todos os seus benefícios de formas diferentes.

Empadinha de linhaça

Farelo funcional

Suco funcional com linhaça

Torta de amaranto com abobrinha e linhaça
Fontes consultadas
Nutricionista Alessandra Luglio, consultora da Hero Nutritionals
Nutricionista Israel Adolfo, de São Paulo
Nutricionista Renata Boscaini David, consultora científico-nutricional do Instituto de Pesquisas Ensino e Gestão em Saúde (IPGS)
Nutricionista Tatiana Camacho Barão, da Naturalis
Leia mais - Saiba os segredos da Linhaça.

Farinha de berinjela: reduz o colesterol e traz saciedade


O alimento conserva as propriedades do vegetal e tem como bnus uma alta quantidade de fibras


A farinha de berinjela um alimento rico em fibras que a reduzir a glicose e colesterol do sangue
A berinjela um dos vegetais mais ligados ao emagrecimento. E alm de ser usado in natura em saladas ou inteiro em preparaes, como camada de lasanhas, por exemplo, ele ainda pode ser apresentado no formato de suco, ch e farinha. Mas entre esses derivados, acredita-se que a farinha da berinjela seja a que mais mantenha suas propriedades originais. Tanto que alguns estudos indicam que a ingesto regular da farinha seja mais eficaz no emagrecimento e diminuio dos nveis de gorduras sanguneas, como o colesterol e os triglicerdeos. 

Principais nutrientes da farinha de berinjela

No existe uma tabela nutricional oficial da farinha de berinjela e sua composio pode variar muito de acordo com a marca ou a forma como ela produzida. Um estudo brasileiro, porm, mapeou a quantidade alguns nutrientes, que listamos na tabela abaixo: 
Farinha de berinjela - Por 15 g (uma poro)
Carboidratos3,8 g
Protenas1,2 g
Gorduras0,3 g
Fibras6,8 g
Fonte: Estudo Produo, composio centesimal e qualidade microbiolgica de farinha de berinjela. Enciclopdia Biosfera, Centro Cientfico Conhecer - Goinia, vol.7, N.13; 2011. ? Convertido para 15 g
Acredita-se que a farinha de berinjela contenha os nutrientes em que o vegetal rico, como vitamina B3 (niacina) e vitamina C, por exemplo. Porm isso ainda no foi estudado e estabelecido. 
A maior vantagem da farinha de berinjela est na sua alta composio de fibras. Para se ter uma ideia, so indicadas 55 gramas de fibras ao dia em uma dieta de 2 mil calorias dirias. A farinha de berinjela apresenta 6,8 gramas em uma poro de uma colher de sopa (15 g), ou seja, equivale a 27% desse valor.
Por outro lado ela bem pobre em gorduras, contendo apenas 0,3 g a cada 15 g. Como precisamos consumir no mximo 55 gramas de gordura ao dia, uma poro supre apenas 0,5% da quantidade desse macronutriente que precisamos ao dia. Veja qual porcentagem do Valor Dirio* de alguns nutrientes que esse alimento carrega:
  • 27% de fibras
  • 2,4% de protenas
  • 1,2% de carboidratos
  • 0,5% de gorduras.
* Valores Dirios de referncia para adultos com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kJ. Seus valores dirios podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energticas.

Benefcios da farinha de berinjela

Ajuda a emagrecer Uma pesquisa feita na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) colocou um grupo de mulheres obesas em um programa de reeducao alimentar. Porm, enquanto metade consumia 14 gramas de farinha de berinjela por dia, a outra simplesmente no consumia o vegetal. Aps 60 dias, o primeiro grupo perdeu em mdia 60 quilos, enquanto o segundo perdeu apenas 30 kg. Existem trs propriedades da farinha de berinjela que explicam essa potencializao na perda de gordura e peso: 
1. Aumenta a saciedade: As fibras so velhas conhecidas de quem se interessa pela perda de peso, e esto em alta concentrao na farinha de berinjela. A vantagem que quando as consumimos com a quantidade adequada de gua, elas se transformam em um gel em nosso estmago, tornando a digesto mais lenta e aumentando a distenso da parede do rgo, dois mecanismos que informam ao nosso corpo que estamos satisfeitos. Com isso, nos alimentamos menos e consequentemente ingerimos menos calorias do que antes, provocando o emagrecimento. 
2. Reduz a gordura corporal: Esse gel formado no bolo alimentar faz com que a glicose dos alimentos ingerido junto com a farinha seja liberada lentamente na corrente sangunea. O hormnio responsvel por colocar esse nutriente para dentro das clulas a insulina, mas ele tambm culpado pelo acmulo de gordura no corpo quando circula em altas quantidades no nosso organismo. Se a insulina for liberada lentamente, acumulamos menos gordura no tecido adiposo, o que tambm resulta em menor ganho de peso.
3. Controla a compulso por doces: Ao evitar o pico glicmico, previne-se tambm a queda brusca de glicose no nosso sangue. O problema dessa baixa que o corpo sente uma necessidade em repor esse nutriente rapidamente, e o melhor meio para isso o consumo de carboidratos simples como o acar e o trigo. Alm disso, a insulina em excesso torna o triptofano mais facilmente absorvido pelo crebro, causando maior sensao de bem-estar por ser precursor da serotonina. Porm, quando a dose est muito alta, o corpo comea a "pedir" por mais fontes desse aminocido, como o chocolate - que no um vilo, desde que consumido na verso meio amarga e em baixas quantidades. De qualquer forma, o resultado o mesmo: maior produo de insulina, aumento do acmulo de gordura no tecido adiposo e, por consequncia, quilos a mais. 
Ajuda os diabticos Quanto mais produzimos insulina, mais resistentes alguns rgos do nosso corpo ficam a sua ao, ou seja, preciso cada vez maiores quantidades do hormnio para colocar para dentro das clulas a mesma quantidade de glicose. Isso gera um quadro chamado de resistncia a insulina. Com o tempo, se nada for feito para corrigir isso, ou seja, se o individuo continuar tendo picos glicmicos, o problema evoluir para o diabetes tipo 2. Por isso que a incluso de alimentos ricos em fibras, como a farinha de berinjela, importante, j que elas aumentaro os intervalos de envio da glicose para o nosso sangue, como j explicado. 
Reduz as gorduras no sangue No estudo realizado pela UFRJ, alm de maior emagrecimento nas mulheres que consumiam a farinha de berinjela, foi verificada uma reduo da gordura no sangue, como o colesterol total, colesterol LDL e triglicrides. Isso pode ser explicado atravs de alguns mecanismos. O primeiro que, assim como a absoro da glicose retardada pelo gel formado pelas fibras, o colesterol tambm enviado em quantidades menores para o nosso sangue, reduzindo as quantidades totais desse nutriente. Alm disso, acredita-se que as fibras especficas da berinjela atuem nos sais biliares, essenciais para a absoro do colesterol. Por fim, a presena de vitamina B3 (niacina) aumenta o transporte reverso do colesterol, realizado pelo HDL (colesterol bom), ou seja, pode aumentar em at 30% esta taxa. 
Melhora o funcionamento do intestino O mesmo gel formado pelas fibras tambm ajuda o bolo alimentar a transitar melhor, aprimorando o transito intestinal. Alm disso, elas tm uma funo prebitica: as fibras sofrem fermentao completa ou parcial no intestino grosso, que realizada por bactrias benignas, o que estimula o crescimento da microbiota (flora intestinal) e incentiva uma atividade intestinal saudvel. 
Aumenta a imunidade Ao estimular as bactrias amigas do intestino, as defesas do nosso corpo tambm so reforadas, j que 60% das nossas imunoglobinas esto nele. Alm disso os cidos graxos de cadeia curta resultantes da digesto das fibras impedem com que bactrias ruins do intestino se transportem para a corrente sangunea, evitando que elas infectem o corpo todo. 
A berinjela um alimento rico em antioxidantes e acredita-se que eles continuam na farinha
rica em antioxidantes A casca da berinjela deve sua colorao arroxeada aos flavonoides chamados de antocianinas. Elas protegem nosso organismo de doenas cardiovasculares, cncer, diabetes, infeces virais e obesidade, devido a sua ao antioxidante, que protege o DNA das clulas e evita inflamaes. Ao que tudo indica e alguns estudos comprovam, quando a farinha de berinjela feita com a casca, ela preserva esses nutrientes, colaborando dessa forma para a nossa sade. 

Quantidade recomendada da farinha de berinjela

Alguns especialistas divergem nesse ponto, variando a quantidade recomendada entre uma a quatro colheres de sopa por dia. O ideal conversar com seu nutricionista ou mdico nutrlogo, que podero adequar a quantidade desse alimento a sua ingesto de carboidratos e fibras dirias, computando os outros alimentos. 
O consumo de entre 1,5 e 2 litros de gua por dia para quem ingere essa farinha altamente recomendado, j que as fibras presentes em grande quantidade nesse alimento precisam do lquido para conseguirem cumprir suas funes de forma adequada, no causando constipaes e retardo no trnsito intestinal. importante tambm aliar a ingesto da farinha a algum alimento fonte de vitamina C, para evitar a formao de radicais livres. 

Como consumir a farinha de berinjela

Ela pode ser consumida no dia a dia, misturada com iogurtes, salada de frutas, cuscuz, arroz, e outras preparaes. A farinha de berinjela tem uma quantidade alta de fibras, portanto pode ser muito bem utilizada em pes, bolos, biscoitos e outras massas. Porm, justamente por esse motivo, ela no tem uma boa fermentao, e precisam ser unidas farinha de trigo refinada nas receitas. 

Compare a farinha de berinjela com outros alimentos

Descubra seu
peso ideal
Saiba se voc est acima
ou abaixo do peso.
Ex: 75,5kg, 1,70m
  • Quando falamos em fibras, a farinha de berinjela rica nelas, ultrapassando, por exemplo, a famosa farinha de banana verde, que contm cerca de 2,66 gramas de fibras em duas colheres de sopa (30 g), contra 6,8 gramas de fibras em uma colher de sopa da farinha de berinjela, ou seja, 2,5 vezes mais em metade da quantidade! Sem esquecer, porm, que o forte da farinha de banana verde est no seu amido resistente, portanto vale aliar os dois alimentos.

Combinando a farinha de berinjela

Farinha de berinjela + Frutas ctricas Um dos problemas do consumo constante da farinha de berinjela a formao de radicais livres, que podem prejudicar nosso organismo de diversas formas. E apesar de ela ser rica em antioxidantes, vale a pena ali-la a outros alimentos fontes de nutrientes com essas propriedades, como a vitamina C. Por isso, vale apostar no consumo da farinha com frutas ctricas.

Contraindicaes

No existem contraindicaes especficas ao consumo da farinha de berinjela, a no ser o cuidado de consumi-la com alimentos antioxidantes, para evitar formao de radicais livres.

Riscos

As fibras em excesso podem causar constipao intestinal, perda de nutrientes por competio no local de absoro, entre outros problemas. O ideal consultar o profissional nutricionista para adequar a ingesto ao seu estado clnico e estilo de vida. Alm disso, a berinjela rica em carboidratos, que quando consumidos em altas quantidades causam o aumento de peso.

Onde encontrar

A farinha de berinjela pode ser encontrada em supermercados, lojas de produtos naturais ou mesmo comprada em lojas virtuais. Porm, sempre compre de marcas e locais de confiana.

Como fazer a farinha de berinjela

Em uma forma, coloque 1 quilo de berinjela com casca cortada em fatias. Leve ao forno a uma temperatura de 200 C por cerca de 2 horas, ou at ficar crocante. Em seguida, triture essa berinjela desidratada no processador ou no liquidificador, at obter um p. Ele deve ficar com aparncia parecida com a da farinha de mandioca e rende 100 gramas. Depois preciso guarda-la em um pote bem vendado e em local arejado e fora da luz, como a geladeira.

Receitas com farinha de berinjela

Suco de gengibre e farinha de berinjela - Imagem Ilustrativa
Para ficar mais fcil de incluir esse alimento no seu dia a dia, separamos algumas receitas prticas e deliciosas. Confira!

Suco de frutas com gengibre e farinha de berinjela

Torta integral de espinafre e muarela de bfala 

Sopa super fibras
Fontes consultadas
Nutricionista Paula Crook, da PB Consultoria Nutricional, em So Paulo
Nutricionista Tatiana Branco Barroso, da NutriAction, em So Paulo 
Leia mais - Farinha de berinjela: reduz o colesterol e traz saciedade

Modifique simples hábitos e emagreça com qualidade

Com a autoestima abalada, muitas mulheres são estimuladas a inúmeros sacrifícios para perder peso, e frequentemente desistem no meio da dieta. O melhor caminho para que o regime não se torne um pesadelo são as pequenas mudanças de hábito, que reeducam o corpo e a mente. A nutricionista ensina 10 hábitos simples que auxiliam no emagrecimento saudável, definitivo e sem frustrações.
1. Diminua a retenção hídrica
Alimentos industrializados contendo sódio e o sedentarismo podem resultar em "falsos quilos" e os sintomas são geralmente a sensação de barriga estufada e pernas pesadas.
Para prevenir ou tratar a retenção hídrica:
  • Ingira até 500ml/dia de chás diuréticos;
  • Diminua o sal utilizando alho, cebola e ervas aromáticas;
  • Polvilhe 1 colher de sopa de linhaça, que é antiinflamatória.
2. Aumente a sensação de saciedade comendo alimentos "volumosos" e com fibras, mas de menor teor calórico.
  • –Prefira cereais integrais e linhaça, que favorecem o funcionamento do intestino;
  • –Selecione frutas com poder laxativo, pois promovem uma limpeza e elimina toxinas;
  • –Coma devagar e mastigue bem os alimentos.
3. Alimente-se frequentemente
Alimentar-se a cada 3 horas ajuda a evitar os "ataques à geladeira", pois mantém o metabolismo ativo e saciado. Ficar em jejum por um longo período pode significar aumento do peso, pois, nessa situação, o corpo não sabe quando receberá alimentos novamente e reduz o ritmo do metabolismo para poupar energia.
Sugestões:
  • 4 cookies integrais e 1 copo de chá de frutas;
  • 1 copo de suco natural ou vitamina de soja light;
  • 1 fruta fresca: maçã e pêssego são boas opções.
4. Alimente-se mais de alimentos com baixo índice glicêmico!
Não são apenas as calorias dos alimentos que os tornam engordativos. O índice glicêmico está ligado ao ganho de peso, pois define a capacidade de um alimento aumentar os níveis de açúcar no sangue e promove uma falsa sensação de saciedade que dura, no máximo, 2 horas.
Alimentos de baixo ou moderado índice glicêmico: pão e macarrão integrais, feijão, lentilha, goiaba,
limão, maçã, maracujá e morango.
5. Equilibre os grupos alimentares!
Os grupos alimentares que devem estar presentes nas refeições são as proteínas, os carboidratos e as gorduras. Já as leguminosas deve estar presente em 1 das refeições do dia.
6. Comece pela salada!
A ordem do consumo dos alimentos em uma refeição também interfere na saciedade e na perda de peso. Comece pela salada, depois coma a carne e deixe por último a fonte de carboidratos.
7. Diminua a ingestão de gordura saturada!
Seja criativo e faça em casa receitas de hambúrguer e pizza integral com ingredientes pouco calóricos e sem óleo.
8. Reduza as calorias em restaurantes!
  • Nos fast-food, prefira hambúrguer de frango sem maionese;
  • Na churrascaria, peça salada de entrada e acompanhe o grelhado com 1 porção de carboidrato não-frito.
9. Troque a sobremesa por receitas menos calóricas!
Mousse de limão diet preparado com iogurte desnatado e gelatina diet é uma ótima opção como lanche da noite ou sobremesa.
10. Antes de ir para festas, coma um lanche!
Antes de sair, faça um lanche com 1 iogurte ou queijinho light.
Ramona de Oliveira e Samanta Sychocki superaram seus problemas de peso apenas com essas medidas.
A internet também pode ser aliada no processo de perda de peso. Muitas mulheres criam blogs divulgando seus diários de emagrecimento. É o caso de Samanta Sychocki e Ramona de Oliveira, que perderam respectivamente 25 e 35 quilos, e são exemplos de determinação e superação.
Leia mais - Modifique simples hábitos e emagreça com qualidade

Alimentos que Combatem a Celulite Cremes e loções específicas

Alimentos que Combatem a Celulite Cremes e loções específicas 


Para tratamento de celulite podem até ajudar a melhorar o aspecto da sua pele. Massagens específicas também ajudam. Mas outra maneira de lidar com o problema é através de uma alimentação adequada. Certos alimentos possuem propriedades que atuam nas principais causas dos furinhos indesejados. 

Em geral frutas e vegetais que apresentam cores vivas são ótimos alimentos para combater a celulite pois são ricos em antioxidantes, ajudam a desintoxicar o corpo e proteger nossas células contra os efeitos danosos dos radicais livres, melhorando a aparência da pele. 

As frutas ricas em vitamina C também podem ajudar a diminuir a celulite já que incentivam a produção de colágeno, que é um dos principais responsáveis pela saúde da pele.

Confira a seguir uma lista de alimentos que podem ajudar a diminuir a celulite: 

Frutas: banana e manga melhoram a circulaçao abacate maçã mamão kiwi melancia frutas vermelhas como morango, uva, amora e framboesa frutas ricas em vitamina C 

Legumes e Vegetais: cebola, evita o acúmulo de líquidos salsão pepino, diurético aspargos, o alimento diurético preferido das celebridades de Hollywood pimentão tomate espinafre cheiro verde 

Outros alimentos: Peixes gordurosos, são ricos em antioxidantes aveia substituição de alimentos refinados pela versão integral castanhas Os alimentos que devem ser evitados: café açúcar refrigerantes bebidas alcóolicas alimentos processados
Leia mais - Alimentos que Combatem a Celulite Cremes e loções específicas

Perdendo sua gordurinha indesejada

Fazer dieta é uma das melhores formas de perder peso na área do abdômen. Isso não significa deixar de comer todas as coisas que você gosta, ou se obrigar a comer aquelas que não gosta. Apenas quer dizer que são necessárias mudanças nos seus hábitos alimentares. É recomendável ingerir de 5 a 6 mini refeições diárias, ao invés de comer 3 grandes refeições. Isso irá saciar seu apetite durante o dia e resultará na ingestão de menos calorias, já que as porções serão menores e mais bem pensadas. Além disso, comer pequenas refeições frequentemente ajuda a aumentar sua taxa metabólica, pois o corpo precisa queimar mais energia na digestão.

 Líquidos 
 É vital beber muita água durante o dia, pois isso acelera o processo de queima de gorduras. A água também auxilia nas funções hepáticas, e o fígado tem a capacidade de queimar nossa reserva de gordura e convertê-la em energia. Evite a todo custo beber álcool. O álcool é convertido em gordura no corpo humano e a gordura proveniente dele tem a tendência a se acumular na região abdominal. Além disso, o álcool é extremamente calórico e interfere com o equilíbrio glicêmico.

Alimentação 
 Quando se trata do café da manhã, é importante comer alimentos saudáveis. Beba iogurtes sem gordura, coma pão integral e se farte nas frutas: elas são fontes de energia rápidas e não possuem alto teor glicêmico. No almoço, coma peixes – ricos em ácidos graxos essenciais e pobres em gorduras saturadas -, legumes, verduras, frutas e cereais integrais como arroz integral, lentilhas, feijão azuki. A ingestão de fibras também é crucial, pois além de impedir uma excessiva absorção de gordura pelo trato digestivo, também auxilia na motilidade intestinal – e todos sabem que um intestino preso aumenta o volume do abdômen. 

Exercícios 
 Nem precisa falar que toda dieta deve ser associada a exercícios, especialmente se a intenção é criar musculatura em uma parte específica do corpo – nesse caso, o abdômen. Treinamentos de resistência como levantamento de peso e abdominais auxiliam o corpo a queimar gordura mais rapidamente e aumentar a massa muscular. Bons exercícios para ter um tanquinho são agachamentos, abdominais e supinos horizontais. Exercícios cardiovasculares também são importantes para a saúde e a boa forma, pois eles causam um aumento no ritmo cardíaco, o que faz o corpo utilizar mais energia – ou seja, converter mais gordura em energia. Para ter uma barriga seca, faça corridas, pratique spinning, ou outros tipos de exercícios aeróbicos em média 3 vezes por semana.

 Palavras finais 
 Perder gordura no abdômen não é fácil, e muito esforço e comprometimento são necessários. No entanto, uma vez que você começar a notar a diferença, você se sentirá mais motivado a continuar. Existem muitos mitos sobre aparelhos de ginástica ou remédios que prometem queimar gordura abdominal mais rápida e facilmente do que com dietas e exercícios; no entanto, não se deixe levar por essas trapaças. Cada vez mais estudos científicos são publicados comprovando que a única forma de perder peso, ganhar uma boa forma e manter a saúde é fazendo uma reeducação alimentar e praticando esportes ou exercícios.

 Há também os casos nos quais a pessoa era obesa e, após a perda dramática de peso, ocorrem aquelas “sobras” de pele e tecido que só podem ser retiradas cirurgicamente. Esses são casos para a abdominoplastia, uma cirurgia plástica muito procurada por pessoas que fizeram redução de estômago. -->
Leia mais - Perdendo sua gordurinha indesejada

 
 
 
Leite materno como hidratante para os mamilos


Você sabia que lavar os mamilos com sabonete pode ressecá-los ainda mais, provocando mais rachaduras?

Substitua o sabonete pela água que não causa nenhum problema, ou lave os mamilos com o próprio leite que vai agir como cicatrizante e hidratante da pele.

Outra dica importante é durante toda a gestação, expor os seios ao sol (entre 7 e 10 da manhã e após as 16 horas) por pelo 15 minutos ao dia. Isso tornará a pela do local mais forte e resistente aos microferimentos causados pela sucção do bebê no ato da amamentação.
Dicas para sua saúde. Uma boa alimentação não se resume em escolher alimentos com mais nutrientes que outros. Significa também comer aquilo que nos dá prazer. Juntar a satisfação com a saúde tem tudo a ver com uma vida saudável.
Reprimir a sua vontade de comer alguma coisa não contribui para a sua saúde e muito menos para o seu bem-estar. O melhor é apostar na variedade e dosar a quantidade, buscando o equilíbrio dos nutrientes necessários para deixar você cheio de energia e disposição. E como abrir mão de um churrasco com os amigos ou da lasanha com a família no domingo está fora de questão, o que você pode fazer é buscar alternativas mais leves para acompanharem suas refeições, como uma salada ou um suco natural bem refrescante. E se você exagerar um pouquinho hoje, amanhã compense com um prato mais leve e pronto. A conta fica redonda!